Home Informações do Governo Eduardo Pazuello toma posse como ministro da Saúde

Eduardo Pazuello toma posse como ministro da Saúde

por Ministério da Saúde

GESTÃO

Ministro destacou a continuidade das ações que vem desenvolvendo em frente à pasta e reforçou a importância do diagnóstico e tratamento precoce da Covid-19

Ao tomar posse nesta quarta-feira (16/9), no Palácio do Planalto, o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, reforçou a continuidade das ações que vem desenvolvendo à frente da pasta, desde que assumiu interinamente, em maio deste ano. “A responsabilidade era enorme e tivemos a total liberdade de implementar as medidas necessárias. Juntos, combatemos dia a dia não só a Covid-19, mas as demais doenças que afligem o nosso povo, utilizando para isso a melhor ferramenta que poderíamos ter, o SUS”, destacou o ministro da Saúde.

Ao lado do Presidente da República, Jair Bolsonaro, Pazuello destacou o desafio de gerir a saúde pública durante a pandemia do coronavírus como um trabalho conjunto e de equipe entre governo, estados e municípios. “Como resultado desse esforço, conseguimos alcançar uma situação de estabilidade bem definida, no Norte e no Nordeste, onde os números estão em declínio e a população voltando para suas atividades. No Centro-Sul, a tendência é de queda, e já podemos visualizar o retorno à normalidade em breve. São sinais positivos de que todo nosso empenho está surtindo o efeito esperado”, destacou.

O ministro aproveitou para reforçar a importância do diagnóstico e tratamento precoce da Covid-19. “Não espere: procure um médico já nos primeiros sintomas, receba o diagnóstico e inicie o tratamento. Com o fortalecimento desta conduta, já alcançamos mais de 3,6 milhões de pessoas recuperadas da doença”, ressaltou. “O tratamento precoce salva vidas”, concluiu.

Para o presidente Jair Bolsonaro, a escolha do general Eduardo Pazuello foi acertada, uma vez que já demonstrou sua capacidade de gerir o que estivesse sob sua orientação. “Nesse período, à frente da Saúde, ganhou a simpatia e a confiança de prefeitos e governadores. A ninguém que pediu socorro, Pazuello deixou de atender. Tudo o que poderia fazer, fez pelo Ministério da Saúde. Desejo que continue com esse excelente trabalho porque a consequência é salvar vidas, melhorar sofrimentos, e dar esperança ao nosso povo”, destacou Bolsonaro. 

PANDEMIA

Durante a cerimônia de posse, o ministro Eduardo Pazuello destacou as ações que vem desenvolvendo à frente da Pasta para o combate à Covid-19. Para garantir mais segurança, o Ministério está implementando uma nova estratégia de diagnóstico e testagem, com a duplicação da capacidade de processamento de testes nos laboratórios centrais em todo o país. Também foi liberado, por meio da Medida Provisória n° 994, um crédito extraordinário de aproximadamente R$ 2 bilhões para aquisição de 100,4 milhões de doses da vacina contra a Covid-19, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e Universidade de Oxford. Os insumos devem chegar à população em 2021. 

Para reforçar a assistência nos serviços de saúde, já foram destinados R$ 83,9 bilhões aos estados e municípios. Desse total, foram R$ 59,6 bilhões para serviços de rotina e manutenção dos serviços ofertados pelo SUS, e outros R$ 25,7 bilhões exclusivamente para ações no combate à Covid-19.

As estratégias também foram fortalecidas nas comunidades e favelas, com o credenciamento de 91 Centros Comunitários para conseguir atender pacientes da Covid-19. Além disso, o Ministério da Saúde vem desenvolvendo contínuas estratégias de proteção, prevenção, diagnóstico e tratamento da Covid-19 nos povos indígenas, com a distribuição de suprimentos, insumos, testes rápidos e equipamentos de proteção individual aos 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs). 

AÇÕES

Ao mesmo tempo em que a pandemia apresenta imensos desafios, ela também vem abrindo novas oportunidades de aprimorar o sistema de saúde no Brasil, com planejamento e ações estratégicas para enfrentar o pós-pandemia. Pazuello elencou algumas ações que já estão sendo implementadas pelo Ministério da Saúde. “Nosso Plano Macroestratégico engloba projetos estruturantes, considerando a sustentabilidade das ações e a tecnologia, com efetividade e transparência na execução orçamentária e financeira, assim como a gestão dos recursos humanos em saúde dentro das melhores práticas de compliance”, explicou.

Nesse contexto, como exemplo, a Pasta inova com o prontuário eletrônico único que permitirá aos profissionais de saúde o acesso ao histórico dos pacientes em qualquer parte do território brasileiro. Outra medida é o Programa de Saúde Digital, uma tendência mundial da medicina moderna que aumentará o acesso à saúde em áreas remotas.

“Seguindo essa orientação de aliar eficiência à tecnologia, estamos desenvolvendo o Programa Nacional de Genômica e Saúde de Precisão – Genomas Brasil, que possibilitará o desenvolvimento de tratamentos para cânceres e doenças raras em nosso país”, colocou o ministro.

Pazuello disse ainda que o Ministério da Saúde investirá na construção de um laboratório de alta tecnologia que permitirá pesquisas de microrganismos com vistas a garantir a segurança nacional contra agentes biológicos. “Estamos trabalhando pontos essenciais da estrutura organizacional e de gestão que já temos à disposição no Brasil, fortalecendo e reorganizando as superintendências estaduais do Ministério, nossos braços eficientes em todo o território nacional, que melhorarão a interlocução das políticas de saúde com os estados e municípios”.

Entre tantas outras ações que poderiam ser enumeradas, o ministro destacou ainda a reestruturação dos Institutos Nacionais, como o Instituto Nacional do Câncer (INCA), Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (INTO) e Instituto Nacional de Cardiologia (INC), para prestar assistência de cada vez mais qualidade para a população.

Nicole Beraldo
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3580 / 2351 / 3713

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais