Home Informações do Governo “Nosso objetivo é e sempre foi salvar vidas”, afirma Pazuello em reunião com a OMS

“Nosso objetivo é e sempre foi salvar vidas”, afirma Pazuello em reunião com a OMS

por Ministério da Saúde

ENFRENTAMENTO À COVID-19

Ministro interino da Saúde apresentou à Organização Mundial da Saúde (OMS) as principais medidas do Brasil para o combate ao Coronavírus

Foto: Erasmo Salomão – ASCOM/MS

Os esforços e avanços do Brasil no enfrentamento à Covid-19 foram destaque em reunião virtual com representantes da Organização Mundial da Saúde (OMS), na manhã desta quinta-feira (13/08). O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, apresentou as medidas que vêm sendo adotadas pelo Brasil e destacou que a prioridade é preservar vidas.

Durante a videoconferência – conduzida pelo diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom -, Pazuello fez um balanço da doença no país e ressaltou o alto número de pessoas curadas. “Até o final do dia de ontem, o Brasil contabilizava 2.309.477 casos recuperados de Covid-19. Estamos entre os líderes mundiais em pacientes recuperados, o que evidencia o acerto das ações do governo brasileiro em resposta à pandemia”.

O ministro interino falou sobre os grandes investimentos feitos para conter o vírus. A pasta entregou 9.899 ventiladores pulmonares para todo o Brasil, habilitou 11.827 leitos de UTI e adquiriu 241 milhões de unidades de equipamentos de proteção individual. “Além dos R$ 140 bilhões destinados ao nosso Sistema Único de Saúde (SUS), desde o início da pandemia, já destinamos mais de R$ 42 bilhões de reais exclusivamente ao reforço no combate à covid-19”, informou.

A constante capacitação de profissionais da Saúde também foi abordada pelo ministro. “Cadastramos mais de 1 milhão de profissionais interessados em atuar contra o Coronavírus e mais de 100 mil estudantes da área da saúde – distribuídos por todas as regiões brasileiras – auxiliam no combate à pandemia”, disse.

Outro ponto destacado foi o avançado sistema de vigilância epidemiológica, que é apoiado pela capilaridade do SUS em todo o território nacional. Os dados sobre a Covid-19 são recebidos em tempo real, e as informações podem ser acessadas na nova plataforma on-line interativa.

Pazuello ainda falou sobre o acordo para adquirir 100 milhões da vacina produzida pelo laboratório AstraZeneca e a Universidade de Oxford. “Nosso país conta com importante capacidade produtiva e com o maior sistema público do mundo de imunização. O Brasil deve e vai contribuir para encontrar a cura para essa pandemia”, pontuou.

Por fim, o ministro reafirmou o compromisso do Brasil com a luta contra o Coronavírus. “Apenas um sistema universal de saúde forte e inclusivo e a garantia de acesso equitativo a uma futura vacina para a covid-19 podem garantir que o mundo vença esta batalha”.

A videoconferência também contou com a participação dos ministros da Saúde da Somália e de Benin – que apresentaram as ações em andamento em seus respectivos países – e de representantes de mais de 100 estados-membros da OMS.

Ministério da Saúde

Atendimento à imprensa

(61) 3315-3580 / 3315

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais