Home Informações do Governo Brasil tem 11.302 de leitos de UTI habilitados exclusivamente para Covid-19

Brasil tem 11.302 de leitos de UTI habilitados exclusivamente para Covid-19

por Ministério da Saúde

COMBATE AO CORONAVÍRUS

Investimento federal para custeio dos leitos é de R$ 1,6 bilhão. Nesta quinta (30) foram habilitados mais 222 leitos

O Ministério da Saúde já habilitou, desde maio, 11.302 leitos de UTI exclusos para tratar de pacientes graves ou gravíssimos do coronavírus em todo o Brasil. Desse total, 247 são leitos de UTI pediátricos. Ao todo, o Governo Federal já investiu R$ 1,6 bilhão, pago em parcela única, para que estados e municípios façam o custeio desses leitos pelos próximos 90 dias ou enquanto houver necessidade em decorrência da pandemia. Nesta quinta-feira (30), foram habilitados mais 222 leitos, contemplando cinco estados: Acre (20), Ceará (20), Mato Grosso (15), Paraná (157) e Santa Catarina (10). Para esses novos leitos já foram pagos R$ 31,9 milhões, em parcela única.

Os recursos são repassados no ato da publicação das portarias que autorizam as habilitações dos leitos no Diário Oficial da União. Cada leito para Covid-19 recebe o dobro do valor normal do custeio diário para leitos de UTI, passando de R$ 800 para R$ 1.600. Os gestores dos estados e municípios contemplados recebem o valor antes mesmo da ocupação do leito. A medida fortalece o Sistema Único de Saúde (SUS) e leva atendimento para todos os estados brasileiros, incluindo capitais, municípios maiores e, especialmente, pessoas menos protegidas no interior do país.

Apesar de estados e municípios terem autonomia e liberdade para criarem e habilitarem os leitos necessários, o Ministério da Saúde, em decorrência do atual cenário de emergência em saúde pública, tem apoiado irrestritamente as secretarias estaduais e municipais de saúde e investido diariamente em ações, serviços, infraestrutura e estratégias para auxiliar estados e municípios no enfrentamento da doença. Com isso, o Governo do Brasil mantém esforço contínuo para garantir o atendimento em saúde à população desde o início da pandemia.

O objetivo é cuidar da saúde de todos e salvar vidas. Dessa forma, a pasta tem repassado verbas extras e fortalecido a rede de atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS), com envio de recursos humanos (médicos e profissionais de saúde), insumos, medicamentos, ventiladores pulmonares, testes de diagnóstico, habilitações de leitos de UTI para casos graves e gravíssimos e Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para os profissionais de saúde.

Desde o início do ano, a pasta já enviou mais de R$ 62 bilhões a estados e municípios para o financiamento das ações e serviços públicos de saúde, sendo R$ 14,9 bilhões voltados exclusivamente para combate ao coronavírus. Também já foram comprados e distribuídos mais de 15,5 milhões de unidades de medicamentos para auxiliar no tratamento do coronavírus, 183,4 milhões de EPI, mais de 12,5 milhões de testes de diagnóstico para Covid-19 e 79,9 milhões de doses da vacina contra a gripe, que ajuda a diminuir casos de influenza e demais síndromes respiratórias no meio dos casos de coronavírus. Além disso, o Ministério da Saúde já comprou e distribuiu 7.994 ventiladores pulmonares aos estados brasileiros.

As iniciativas e ações estratégicas são desenhadas conforme a realidade e necessidade de cada região, com estados e municípios, e têm ajudado os gestores locais do SUS a ampliarem e qualificarem os atendimentos, trazendo respostas mais efetivas às demandas da sociedade no enfrentamento da pandemia e na oferta de serviços de saúde mais qualificados e resolutivos.

Habilitação dos leitos de UTI exclusivos para Covid-19

O pedido de habilitação para o custeio dos leitos Covid-19 é feito pelas secretarias estaduais ou municipais de saúde, que garantem a estrutura necessária para o funcionamento dos leitos. O Ministério da Saúde, por sua vez, realiza o repasse de recursos destinados à manutenção dos serviços por 90 dias ou enquanto houver necessidade de apoio federal por conta da pandemia.

Para solicitar a habilitação, basta que estados e municípios enviem um ofício ao Ministério da Saúde solicitando a abertura desses leitos. Os critérios para habilitações são bem objetivos e simples, para dar celeridade e legalidade na publicação de portaria habilitando leitos e transferir o recurso necessário o mais rápido possível.

Tabela com os novos leitos habilitados:

UF

MUNICÍPIO

ESTABELECIMENTO

UTI ADULTO

UTI PEDIÁTRICA

VALOR

AC

Rio Branco

Hospital Geral de Clínicas de Rio Branco

20

 

R$ 2.880.000,00

CE

Iguatu

Hospital Regional de Iguatu

10

 

R$ 1.440.000,00

CE

Ico

Hospital Regional de Ico Prefeito Walfrido Monteiro Sobrinho

10

 

R$ 1.440.000,00

MT

Barra do Garças

Hospital e Pronto Socorro Municipal Milton Pessoa Moorbeck

5

 

R$ 720.000,00

MT

Várzea Grande

Metropolitano Hospital Estadual Lousite Ferreira da Silva

10

 

R$ 1.440.000,00

PR

Assis Chateaubriand

Associação Hospitalar Beneficente Moacir Michelleto

4

 

R$ 576.000,00

PR

Cascavel

Hospital Universitário do Oeste do Paraná

10

 

R$ 1.440.000,00

PR

Curitiba

Hospital Universitário E. Mackenzie

10

 

R$ 1.440.000,00

PR

Curitiba

Complexo Hospitalar do Trabalhador

9

 

R$ 1.296.000,00

PR

Curitiba

Hospital do Idoso Zilda Arns

20

 

R$ 2.880.000,00

PR

Curitiba

Cruz Vermelha Brasileira Filial do Estado do Paraná

7

 

R$ 1.008.000,00

PR

Curitiba

Hospital São Vicente

5

 

R$ 720.000,00

PR

Curitiba

Hospital Santa Casa de Curitiba

45

 

R$ 6.480.000,00

PR

Goioerê

Santa Casa de Misericórdia de Goioerê

10

 

R$ 1.440.000,00

PR

Laranjeiras do Sul

Instituto São José

10

 

R$ 1.440.000,00

PR

Maringá

Hospital Universitário Regional de Maringá

10

 

R$ 1.440.000,00

PR

Pato Branco

Policlínica Pato Branco

7

 

R$ 1.008.000,00

PR

Curitiba

Hospital Santa Casa de Curitiba

10

 

R$ 1.440.000,00

SC

Itajaí

Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhasen

10

 

R$ 1.440.000,00

TOTAL

 

 

222

0

R$ 31.968.000,00

Saiba mais sobre coronavírus acessando nossa página especial

Por Gustavo Frasão, da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3580 / 2351

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais