Home Informações do Governo Ministro apresenta ações de combate à Covid-19 a deputados e senadores

Ministro apresenta ações de combate à Covid-19 a deputados e senadores

por Ministério da Saúde

COVID-19

Eduardo Pazuello apresentou detalhes da execução do orçamento destinado às ações de enfrentamento à Covid-19

O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, reforçou, nesta terça-feira (23), durante videoconferência da Comissão Mista sobre Covid-19 do Senado Federal, as principais ações realizadas pela pasta no enfretamento à pandemia no Brasil. Durante a apresentação, Pazuello ressaltou que a pasta tem trabalhado com transparência em relação às ações realizadas sobre a doença. O ministro interino detalhou aos parlamentares o andamento de cada recurso destinado pelo Governo Federal para combater os impactos da Covid-19 nos estados, municípios e Distrito Federal (DF).

Em decorrência do impacto da Covid-19 no Brasil e no mundo, foram destinados R$ 39,3 bilhões em créditos extraordinários para o enfrentamento da doença. O recurso foi destinado a partir da publicação de oito Medidas Provisórias (MP). O montante é um adicional aos R$ 138,9 bilhões previstos na Lei Orçamentária Anual (2020) aprovados no Congresso Nacional para este ano.

O recurso extra, de R$ 39,3 bilhões, foi destinado para a aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), fornecimento de testes de diagnóstico da Covid-19, aluguel de leitos de UTI, produção de medicamentos, aquisição de monitores e ventiladores, remuneração de profissionais de saúde, contratação temporária de profissionais de saúde, entre outros.

“Nós estamos trabalhando na aquisição de EPIs e contratação de leitos de UTI e ainda estamos contratando mais leitos. Já são quase 10 mil novos leitos de UTI habilitados”, destacou Pazuello.

O ministro interino esclareceu ainda que a pasta está conseguindo adquirir os equipamentos no mercado nacional, sem a necessidade de recorrer ao mercado internacional. “Nós priorizamos o mercado nacional. Estamos conseguindo trabalhar diretamente com as empresas que estão produzindo respiradores e equipamentos de saúde para que o Ministério da Saúde não precise de equipamentos do mercado internacional. Isso foi uma grande vitória para o setor”, afirmou o ministro interino. 

BALANÇO DAS AÇÕES

Além de responder às perguntas feitas por parlamentares que representam todas as Unidades da Federação sobre recursos, medidas de distanciamento social, envio e distribuição de respiradores, Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e curva da pandemia, Pazuello fez uma apresentação com resultados concretos de ações tomadas pelo Governo do Brasil no enfrentamento à pandemia.

Entre as medidas estão, por exemplo, o investimento de R$ 1,2 bilhão na habilitação de 8.605 leitos de UTI exclusivos para tratar pacientes com coronavírus. O recurso é repassado em parcela única para o período de três meses. Cada leito recebe R$ 1,6 mil, o valor é o dobro do valor normal do custeio diário dos leitos de UTI, que é de R$ 800. Os leitos são exclusivos para pacientes tratar pacientes com dificuldades respiratórias decorrentes da Covid-19.

O Ministério da Saúde já distribuiu 12,9 milhões de medicamentos, sendo 4,4 milhões de comprimidos de Cloroquina e 8,5 milhões de cápsulas de Oseltamivir, medicamento para tratamento da influenza.

Além disso, o Governo Federal já distribuiu também 115,7 milhões de equipamentos de proteção a profissionais de saúde de todos os estados brasileiros. Os equipamentos são usados por profissionais de saúde que atuam na linha de frente contra a Covid-19. São litros de álcool em gel, máscaras cirúrgicas e N95, toucas, luvas, sapatilhas, óculos e protetores faciais e aventais, que ajudam a amenizar o risco de contaminação daqueles que estão na linha de frente atendendo a população.

Por Alexandre Penido, da Agência Saúde
Atendimento à imprensa

(61) 3315-2562 / 2351 / 2745

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais