Home Últimas Notícias O movimento do futebol em plena pandemia

O movimento do futebol em plena pandemia

por Redação

Vários times do Brasil já voltaram aos treinos, mas especialistas não recomendam a retomada com aglomerações

O retorno dos treinos e dos jogos de futebol está em foco nas últimas semanas. Na Europa e Coreia do Sul, alguns campeonatos já retornaram, mas sem a presença de torcida e todos com um protocolo rigoroso de medidas preventivas para proteger a saúde dos envolvidos contra o novo coronavírus. No Brasil, o processo, apesar de estar em andamento, ainda precisa de ajustes por conta do estágio crescente da pandemia.

“O perigo é liberar tudo ao mesmo tempo com o número de mortes ainda batendo recorde”, adverte a infectologista Cléa Bichara, da Universidade do Estado do Pará.

A retomada do futebol exige protocolos específicos para situações específicas do esporte, como aglomeração em vestiários, banheiros e outras áreas de treinos ou jogos.

“Há muito contato físico e com superfícies comuns. No atual momento da pandemia no Brasil não é recomendável o retorno, por enquanto”, diz Karen Morejon, consultora da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI).

Outra questão levantada pelos especialistas é sobre o impacto negativo da COVID-19 à saúde dos atletas, em caso de contágio, a partir do desenvolvimento de sequelas respiratórias, que poderiam comprometer a carreira do profissional.

“Isso pode representar um grande perigo”, completa José David Urbaéz.

Os documentos (‘protocolos’) adotados por alguns clubes brasileiros, alinhados com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), estão sendo definidos também com a participação de especialistas médicos, com o objetivo de aumentar a segurança de todos os envolvidos – atletas, equipe técnica e demais profissionais.  

 

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais