Home Últimas Notícias Rio Grande do Norte tem superlotação em rede hospitalar pública

Rio Grande do Norte tem superlotação em rede hospitalar pública

por Redação

Alerta da Secretaria Estadual de Saúde preocupa especialistas por conta da falta de leitos de UTI

De acordo com o secretário adjunto da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), Petrônio Spinelli, a rede pública hospitalar do Rio Grande do Norte (RN), principalmente de Natal e Mossoró, está sobrecarregada. “Há casos que necessitariam realmente de hospitais e UTIs, mas muitos pacientes estão em leitos de estabilização”, revelou Spinelli em pronunciamento à imprensa.

O secretário confirma que o Rio Grande do Norte registra “superlotação”, mas nega que o Estado esteja em colapso, o que, segundo ele, ocorreria caso os pacientes não tivessem respiradores disponíveis nos serviços de saúde. Hoje, apesar de ocupados, os leitos dos hospitais estaduais de Natal ainda dispõem de respiradores.

“Estamos vivendo uma situação inédita dessa pandemia e agora a saúde pública e todas as suas questões e necessidades aparecem. Temos que tomar medidas efetivas para dar assistência e evitar, ao máximo, óbitos”, diz o infectologista Kleber Luz, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI).

Até o momento, o Rio Grande do Norte tem 1.930 casos de coronavírus e 90 mortes.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais