Home Últimas Notícias Oxímetro requer supervisão médica e não é método caseiro para detectar a COVID-19

Oxímetro requer supervisão médica e não é método caseiro para detectar a COVID-19

por Redação

Equipamento portátil, de uso domiciliar, deve ser prescrito por um médico para pacientes com doenças respiratórias específicas

O oxímetro, aparelho que serve para calcular o nível de oxigênio ou saturação sanguínea, tem tido uma alta procura em redes de farmácia e nas buscas da Internet por conta da pandemia da COVID-19. De acordo com especialistas em saúde respiratória, o medidor portátil não é recomendado para uso domiciliar aleatório, e sim para pacientes com doenças específicas e com prescrição médica.

O equipamento é indicado, sempre com o devido acompanhamento médico,    para indivíduos com enfisema crônico (que dependem de oxigênio), insuficiência cardíaca grave, asmáticos graves e COVID-19, que precisam verificar a situação das proteínas que levam as moléculas de oxigênio ao tecido sanguíneo (hemoglobinas).

“Devemos usar o oxímetro em pacientes que realmente precisam medir periodicamente a oxigenação, mas não para o uso de qualquer pessoa sem necessidade”, explica o pneumologista José Jardim, pesquisador da Universidade Federal de São Paulo (USP).

A indicação médica para o resultado correto também é imprescindível. “Temos vários aparelhos disponíveis e existem parâmetros para sua devida utilização”, complementa Jardim.

Em abril deste ano, a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT) se pronunciou e esclareceu alguns pontos importantes sobre o manejo do equipamento em meio ao coronavírus: “A SBPT não recomenda o uso irrestrito de oxímetro domiciliar para monitorização da saturação de oxigênio durante a pandemia de covid-19. Como não há estudos científicos sobre a referida monitorização em pacientes com suspeita ou diagnóstico confirmado de covid-19, sugerimos que a decisão sobre usar ou não usar monitoração por oximetria domiciliar fique a cargo do médico que assiste o doente. Não existe indicação do uso de oxímetro domiciliar em indivíduos sem doenças pulmonares crônicas ou como método de diagnóstico precoce da covid-19”, informa o comunicado.

 

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais