Home Como Prevenir Uso de máscara em crianças deve ser supervisionado pelos pais

Uso de máscara em crianças deve ser supervisionado pelos pais

por Redação

Responsáveis ou acompanhantes devem orientar os pequenos sobre o manejo correto do equipamento de proteção

A ampliação do uso de máscara durante a pandemia do coronavírus rendeu mais uma atribuição aos pais. Supervisionar os filhos no manuseio correto do equipamento de proteção – seja antes de sair de casa ou em deslocamentos essenciais que os pequenos precisem fazer. De acordo com as autoridades médicas, as crianças, mesmo fora do grupo de risco em caso de contágio pela COVID-19, precisam adotar o hábito de proteger o rosto em qualquer saída que fuja do ambiente familiar ou exija interação com pessoas de fora do convívio familiar.

O Por Dentro do Coronavírus consultou a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) para compreender como os pais, ou responsáveis, podem administrar o uso das máscaras nos pequenos.

“O ideal é que a criança fique em casa. Se for necessário sair, a mãe deve orientar o filho a não coçar o nariz passando a mão na máscara”, explica Antonio Bandeira, infectologista e consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia.

Bandeira comenta qual deve ser o procedimento adotado em situações comuns em que o filho queira ou precise interagir com a própria máscara.

“Nesse caso, os pais precisam higienizar as próprias mãos, retirar a máscara da criança, em local sem pessoas próximas ao redor, e higienizar as mãos da criança. Depois disso, a criança, com as mãos limpas, pode coçar o nariz”, alerta o infectologista da SBI.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais