Home Informações do Governo Ministério da Saúde lança medidas para prevenir Coronavírus em povos indígenas

Ministério da Saúde lança medidas para prevenir Coronavírus em povos indígenas

por Ministério da Saúde

SAÚDE INDÍGENA

Documento chamado de Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo novo Coronavírus (COVID-19) em Povos Indígenas orienta gestores e colaboradores sobre como lidar com a pandemia

O Ministério da Saúde, por meio da Secretaria Especial de Saúde Indígena, apresenta aos povos indígenas, aos gestores e colaboradores medidas que podem ajudar a prevenir o contágio com o Novo Coronavírus. As iniciativas estão previstas no “Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo novo Coronavírus (COVID-19) em Povos Indígenas” elaborado pela equipe técnica da SESAI traz orientações de como deve ser o atendimento aos indígenas com sintomas relacionados ao COVID 19.

De acordo com o documento, os casos suspeitos de COVID-19 terão prioridade no atendimento à população de modo a diminuir o tempo de contato com os indígenas presentes no local de atendimento. O registro do atendimento também deve ser feito no prontuário do paciente e também deverá ser inserido no Sistema de Informação da Atenção à Saúde Indígena (SIASI), no menor tempo possível.

O Plano de Contingência ainda orienta as Equipes Multidisciplinares de Saúde Indígena (EMSI) e pede que os Agentes Indígenas de Saúde e Agentes Indígenas de Saneamento também recebam as informações para que possam ajudar na conscientização da comunidade sobre as medidas de prevenção e controle da doença, na identificação precoce de sinais e sintomas de Síndrome Respiratória Aguda Grave. Os integrantes das equipes multidisciplinares também devem ser capazes de compreender o fluxo de encaminhamento dos casos suspeitos da COVID-19 e adotar as medidas de proteção individual diante de um caso suspeito.

O Ministério da Saúde também elaborou um documento com recomendações à Fundação Nacional do Índio – FUNAI abordando, especialmente, o acesso às terras indígenas. O ofício pede à FUNAI que adote medidas restritivas à entrada de pessoas em todos os territórios indígenas devido à vulnerabilidade das populações indígenas às doenças respiratórias, o que aumenta o risco de agravamento em caso de contágio pelo novo coronavírus.

A pasta também recomendou que sejam reforçadas as restrições de acesso a territórios habitados por povos isolados ou de recente contato, incluindo a necessidade de quarentena para profissionais de saúde e membros da FUNAI antes do acesso a esses povos.

Segundo o Secretário Especial de Saúde Indígena, Robson Santos da Silva, o material entregue aos gestores e colaboradores da Saúde Indígena pode ser acessado por toda a comunidade indígena e não-indígena. “Fizemos questão de disponibilizar tudo no Portal do Ministério da Saúde, na área da Saúde Indígena, para que todos possam conhecer nossas recomendações, nossas ações e nos auxiliar na prevenção do Novo Coronavírus” afirmou Robson.

Ao todo, o Ministério da Saúde, por meio da SESAI, produziu e disponibilizou 12 documentos com informações e orientações destinadas aos 34 Distritos Especiais de Saúde Indígena responsáveis pelo atendimento a quase 800 mil indígenas aldeados em todo o Brasil.

Para obter os documentos, acesse a págnia da SESAI, clicando aqui

Da Agência Saúde
Atendimento à imprensa:
(61) 3315.3580

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais