Home Informações do Governo Ministério da Saúde envia equipamentos para cidades onde a epidemia acelera

Ministério da Saúde envia equipamentos para cidades onde a epidemia acelera

por Ministério da Saúde

O Governo Federal já enviou respiradores para os estados de Fortaleza, Manaus e Macapá

Sargento Batista / Agência FAB

O Ministério da Saúde iniciou na manhã desta sexta-feira (10) um plano de distribuição de 60 respiradores para as cidades de Fortaleza (CE), Manaus (AM) e Macapá (AP). As três capitais já estão precisando ampliar com urgência o número de leitos de tratamento intensivo para atender os doentes de Covid-19. 

Os respiradores estão no Aeroporto de Guarulhos (SP), sob guarda da Receita Federal e fazem parte das requisições administrativas feitas às empresas exportadoras. O Ministério da Saúde os distribuirá com apoio da FAB (Força Aérea Brasileira). Um avião C-105 decola às 15h para Fortaleza, com 30 respiradores a bordo — carga total de 1,5 tonelada. 

A previsão de chegada no Aeroporto Internacional da capital cearense é às 20h50. De lá, todos os respiradores serão levados para o Hospital Dr. Carlos Alberto Studart Gomes, que é a unidade de referência para assistência contra o coronavírus, no bairro da Messejana.


Leia também:


Do lote oriundo de Guarulhos, seguirão ainda 20 respiradores para Manaus e 10 para Macapá. Esses, porém, serão mandados em outro vôo — previsão de decolarlgem amanhã de manhã. O Departamento de Logística do Ministério da Saúde ainda negocia o despacho da carga. 

Na capital amazonense, o equipamento será instalado em leitos do Hospital Delphina Abdel Aziz, na Zona Norte da cidade. Na capital do Estado do Amapá, irão para a Maternidade Dra. Euclélia Américo, também na Zona Norte. 

A distribuição levou em conta aquilo que o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, chama de “espiral” da epidemia, isto é, onde a transmissão está se dando em velocidade maior e, portanto, mais doentes indo aos hospitais ao mesmo tempo e ocupando toda a capacidade de assistência do sistema de saúde. 

Em Manaus, a Secretaria Estadual de Saúde verifica a ocupação cada vez mais veloz dos leitos desde última semana. O Estado do Amazonas tem 899 casos confirmados de infecção pelo coronavírus e 40 óbitos, segundo o último boletim epidemiológico. Inicialmente, o plano de contingência reservou 69 leitos de tratamento intensivo no Sistema Único de Saúde somente para doentes de Covid-19. Mas, no último domingo, atendendo a um apelo do então secretário de Saúde, o ministro Mandetta negociou com a rede privada D’Or e conseguiu enviar mais 10 respiradores para a cidade. 

Examinando junto com o ministro os dados do boletim epidemiológico e as informações trazidas pelos conselhos de secretários estaduais e municipais de Saúde, o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, sugeriu que Macapá fosse a terceira cidade a receber os respiradores que estavam em posse da Receita Federal, em Guarulhos. O Estado tem, conforme o último boletim, 128 casos confirmados de infecção pelo coronavírus e duas mortes. O sistema de saúde já começa a chegar a um nível de alerta.

Saiba mais sobre coronavírus acessando nossa página especial

Da Agência Saúde
Atendimento à imprensa:
(61) 3315.3580

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais