Home Internacional China suspende compra de respiradores que seriam enviados para a Bahia

China suspende compra de respiradores que seriam enviados para a Bahia

por Redação

Governadores tentam acordo para que insumos cheguem ao destino

Cerca de 600 respiradores artificiais, de origem chinesa e adquiridos por diversos estados da região Nordeste, representados pela Bahia, estão em uma carga retida no aeroporto de Miami, nos Estados Unidos, onde faria uma conexão para seguir ao Brasil. O contrato, de cerca de 42 milhões de reais e assinado pelo governo da Bahia, foi cancelado sem muitos detalhes.

O secretário da Casa Civil da Bahia, Bruno Dauster, afirmou, em entrevista para a Folha de São Paulo”, que representantes da empresa “alegaram apenas razões técnicas” e por isso seguiriam para um outro destino, que não foi mencionado. Especula-se que o material seria destinado aos Estados Unidos, que teria pagado mais caro pela aquisição dos produtos.

Os cancelamentos de compras provenientes da China estão sendo constantes, conforme fala do ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta na coletiva de imprensa de quarta-feira (01). Mesmo com os cancelamentos, governadores de vários estados continuam buscando a China para negócios, pois é um dos poucos mercados produtores de insumos para o setor.

O presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China, Charles Tang, ressaltou, em entrevista para a Folha, que a “China tem uma enorme capacidade de produção, mas a demanda é mundial. Por isso, as fábricas só estão aceitando pagamento antecipado, o que tem gerado problemas para muitos estados”.

Informações do jornal Folha de São Paulo

Posts Relacionados

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Leia Mais